Coronavírus | Em Conquista todos os hospitais poderão atender casos suspeitos leves. Saiba a classificação de risco


Em reunião do Comitê Municipal de Urgência e Emergência para o novo coronavírus, ocorrida na terça-feira (10), foram definidos os fluxos para eventuais casos em Vitória da Conquista re região. Os participantes discutiram no encontro um plano de ação municipal e regional no sentido de coordenar o atendimento dos casos mais graves que possam surgir.

O Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) ou Hospital de Base, como é mais conhecido, é a referência para o coronavírus na região, de acordo com o Plano Estadual de Contingências divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), entretanto, em uma situação de surgimento de muitos casos, uma hipótese distante, mas considerada, a unidade não daria conta sozinha, por isso na reunião de terça-feira ficou acertado que os demais hospitais de Vitória da Conquista também devem estar prontos para o atendimento.

“O Hospital de Base atende todos os casos de traumas mais sérios e é uma instituição altamente sobrecarregada que, em caso de uma epidemia, não daria conta de atender todas essas demandas. Então, em função disso, nessa reunião também difundimos a ideia de que cada hospital vai poder ser uma referência para orientar os pacientes com quadros leves. O HGVC vai ficar como referência para os casos mais graves”, explica José Dioclécio Ferraz, coordenador médico do SAMU 192.

Nesse sentido, o paciente vai poder ser orientado em qualquer unidade da rede hospitalar ou atenção básica e, de imediato, essa unidade vai fazer contato com a Vigilância Epidemiológica que vai acionar a equipe, que está a postos, para levantar a investigação do caso e orientar o isolamento domiciliar do paciente.

Na reunião, também foram apresentadas as estratégias de cada unidade hospitalar da rede pública e privada, bem como da Vigilância Epidemiológica do município. Além de esclarecer quais as rotinas que foram estabelecidas no SAMU 192, no sentido de orientar a população, principalmente na questão dos casos suspeitos que devem ficar em isolamento domiciliar.

Todo trabalho vem sendo feito como medidas preventivas, como pontua Ramona Cerqueira, sub-secretária de saúde: “O município de Vitória da Conquista está preparado para o manejo dos casos suspeitos de Coronavírus e essa reunião serve para consolidar o fluxo de atendimento dos casos que venham da rede de urgência e emergência do nosso município”.

SAIBA A CLASSIFICAÇÃO DE RISCO

FONTE: SESAB


COM TEXTO DA SECOM DA PREFEITURA DE VITÓRIA DA CONQUISTA

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente