Secretário de Saúde diz que não há transmissão comunitária de coronavírus na Bahia e não precisa alterar calendário escolar

BANNER_1000x150

Ao confirmar o oitavo caso de coronavírus na Bahia, o quarto em Salvador (os outros são em Feira), o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse que, nos próximos dias, os casos da doença vão aumentar, mas que ainda não há registro de transmissão comunitária no estado, por isso, para evitar que ocorra, recomenda o secretário, é fundamental evitar aglomerações, manter a higiene das mãos e a toalete respiratória (colocar a mão na boca na hora de tossir e espirrar na dobra do braço).

O oitavo caso de coronavírus na Bahia é de um homem de 49 anos, que veio da Europa. Segundo informações da Sesab, ele está bem, em internação domiciliar. Fábio Vilas-Boas explica que não ocorreu ainda transmissão comunitária (em que não dá para determinar onde ocorreu a contaminação, ou uma pessoa residente passa a doença a uma ou mais da mesma localidade), por isso não haveria necessidade de suspender aulas, alterar calendário escolar e tomar decisões mais radicais.

O secretário disse que a Secretaria Estadual de Saúde está trabalhando com a estratégia de ampliar a quantidade de leitos hospitalares reservados para absorver necessidades eventuais de internação, além da montagem de UTIs em diversas áreas de hospitais e reservar leitos de isolamento em enfermaria.

“A expectativa é de que, ao longo dos próximos dias, o número de casos aumente, tanto na Bahia e no Brasil. Nós estamos fazendo um esforço, junto com todos os baianos, para que esse pico se dê o mais tardio possível e que se dilua ao longo da semana. É importante reduzir a velocidade de crescimento dos casos, para que o sistema de saude possa dar conta de atender aqueles casos mais graves que precisarão ser internados, principalmente aqueles que vão para UTI e ventilação mecânica”, disse Fábio Vilas-Boas.

OUÇA O SECRETÁRIO ESTADUAL DE SAÚDE

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente