Risco de coronavírus | Poder público tem obrigação de responder questionamento do repórter Ricardo Gordo


O repórter Ricardo Gordo, do programa Conquista de Todos, gravou, na noite de ontem, domingo (22) um vídeo na entrada do Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, no qual denuncia uma situação que, na opinião dele, representa uma grave ameaça para a população de Vitória da Conquista. Um casal que chegou em voo oriundo de Guarulhos (SP)  – que transportava outros cem passageiros -, desceu, foi convidado a colher material, em razão da origem de sua viagem, mas, logo depois foi liberado, pegou um Uber e seguiu para hospedar-se em um hotel da cidade.

A fala do repórter, que também estava no local sem máscara ou qualquer proteção, é indignada. A certa altura, Ricardo Gordo explica que o casal já veio monitorado de São Paulo. Outras três pessoas que estavam com os dois também colheram material para exame. “Se tem evidências fortes desse casal, teria que ficar aqui. Colheu o sangue, vamos esperar o resultado aqui, em isolamento. Mas, não, foi liberado e já está em um hotel da cidade”, disse o repórter.

Ricardo Gordo questiona por que o casal não foi bloqueado em São Paulo. “Eu vejo autoridades que nós temos que fechar esse aeroporto, por hora. Não pode. Olha o perigo que está a população de Vitória da Conquista; olha o perigo que está o motorista de aplicativo; olha o perigo que as pessoas do hotel estão neste momento”, frisou.

Por que é necessário que as autoridades da Saúde, municipal ou estadual, devem se manifestar? Primeiro, em razão do assunto tratado e das suas circunstâncias; depois, porque o vídeo viralizou e está circulando com grande velocidade pelo WhatsApp.

A mensagem, além de ajudar a aumentar as dúvidas das pessoas sobre possibilidades de transmissão, monitoramento e métodos de ação da Saúde em situações como aquela, faz crescer o temor da população de que, a qualquer momento, explodam de uma vez várias notificações positivas do novo coronavírus na cidade, dado que há uma grande parcela da sociedade questionando as informações passadas pelas instituições, por estar Vitória da Conquista ainda sem casos confirmados, apesar de cidades próximas têm pessoas doentes e pessoas que passaram pelo aeroporto onde o repórter Ricardo Gordo gravou o vídeo de denúncia-desabafo.

Com a palavra as secretarias de Saúde de Vitória da Conquista e do Estado da Bahia.

VEJA O VÍDEO

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente