Anúncios

Conquista enviou material coletado de mais 24 pacientes com suspeita de coronavírus ao Lacen


A Prefeitura de Vitória da Conquista divulgou mais um boletim com as estatísticas dos casos suspeitos do novo coronavírus (Covid – 19) no município. De acordo com o informe, até 17h00 deste domingo (29), nenhum caso foi confirmado. São 109 casos suspeitos, aguardando coleta de material ou o resultado do exames.

Um dado a se destacar é que aumentou a quantidade de coletas feitas, com a chegada de novos kits, enviados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), do Governo do Estado. Ontem (28), 43 casos suspeitos aguardavam resultado da coleta para exame, hoje o número passou para 67, isso quer dizer que mais 24 pessoas passaram pelo teste.

Entretanto, apenas um caso a mais que sábado foi descartado. Já a quantidade de pessoas aguardando a coleta caiu de 64 para 42, uma significativa diferença, a demonstrar que o processo de coleta de material para exames na cidade, para serem enviados ao Lacen se tornou mais ágil.

TRÊS CASOS A MAIS

Segundo o boletim da Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista (SMS), em 24 horas houve mais três notificações, chegando a 154, desde 28 de fevereiro. Destas 45 casos foram descartadas, 67 aguardam resultado laboratorial e 42 aguardam coleta na cidade. Os dados contam do Boletim atualizado da SMS.

A divulgação dos resultados das amostras coletadas no município é de responsabilidade do Lacen, do Governo do Estado, em Salvador, que realiza a análise laboratorial das amostras enviadas para o diagnóstico de Covid-19.

A Secretaria Municipal de Saúde tem seguido os critérios de coleta de amostras para exame laboratorial definidos pela Secretaria de Saúde do Estado, de acordo com a Nota Técnica COE nº 08 do dia 21 de março.

OS CRITÉRIOS SÃO:

– Pacientes com quadros graves e internados;
– Viajantes que estiveram em áreas de transmissão comunitária nacionais ou internacionais, mas priorizando pacientes que retornaram de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal;
– Gestantes;
– Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos;
– Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos aeroportos, portos e nas estradas.

Caso a pessoa não se enquadre em um dos casos citados acima, não há indicação para coleta de amostra. Por isso, a equipe de monitoramento da Secretaria Municipal de Saúde segue acompanhando esses casos, por meio de ligação feita de 24h a 48h, para verificar e avaliar o quadro de saúde dos pacientes em monitoramento.

Anúncios

Comente

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: