Dengue: Conquista teve 58 casos confirmados no três primeiros meses deste ano


Em tempos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, as atenções do mundo estão concentradas para evitar que aumente a ploriferação da doença, que já tem quase 1,8 milhão de casos confirmados e mais de 109 mil mortes por todo o planeta, outras doenças continuam a fazer vítimas, como a dengue. Por isso nas mensagens em que pedem para as pessoas ficarem em casa, autoridades pedem também que limpem quintais e varandas e verifiquem tanques e vasilhames, como garrafas e jarros de planta, que podem acumular água e ajudar a proliferação do mosquito aedes aegypti, causador não apenas da dengue, ma também de zika e chikungunya.

Em Vitória da Conquista, de acordo o Programa de Controle de Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), de janeiro de 2020 até o momento, já foram notificados 610 casos suspeitos de dengue no município, com 58 confirmados.

Em 2019, nesse mesmo período, foram notificados 63 casos suspeitos de dengue, com seis positivos. Durante todo o ano de 2019 foram feitas, no total, 491 notificações casos suspeitos de dengue com 173 casos confirmados.

O índice de infestação geral do município é 6.6, de acordo com o último Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) feito pelo Programa no mês de fevereiro. Os bairros que apresentaram os maiores índices de infestação foram: Urbis 4 (20.0), Cruzeiro (15.5) e Jardim Guanambara (15.5). Enquanto que os bairros Terra do Remanso, UESB e Urbis III apresentaram índice de 0.0.

Nesse atual momento de pandemia, os agentes de endemias da Prefeitura de Vitória da Conquista continuam em ação, realizando visitas aos terrenos baldios e residências que possuem acesso pela lateral, evitando entrar no interior dos imóveis, mantendo sempre uma distância segura de, pelo menos, dois metros do morador, respeitando todas as orientações de segurança do Ministério da Saúde.

As visitas estão feitas de forma sistemática e quinzenal em pontos estratégicos com maior possibilidade de reprodução do mosquito Aedes aegypti, bem como os bloqueios que também vem sendo feitos com a borrifação perifocal, por meio de equipamentos motorizados costal, nas localidades ou nos quarteirões onde ocorreram casos notificados ou confirmação de casos de qualquer uma das arboviroses.

NESTA TERÇA-FEIRA (14), A PREFEITURA DE VITÓRIA DA CONQUISTA ATUALIZOU OS DADOS:

Já foram notificados este ano, 679 casos suspeitos de dengue no município, com 71 confirmados. No primeiro trimestre do ano passado foram 63 casos notificados com suspeita de dengue, com seis positivos.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente