Em nota dura que procura atingir Herzem a Sesab diz que “não há plano deliberado de transferência de pacientes da região Sul para Conquista”

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) emitiu uma nota pública agora há pouco em que procura negar notícias que circulam na imprensa local e nas redes sociais dando conta de que há a intenção da secretaria transferir para Vitória da Conquista pacientes com coronavírus para serem internados em Vitória da Conquista, onde já existem 40 leitos de UTI na rede pública ou contrata de hospitais privados pelo Governo do Estado e pela Prefeitura.

O problema é que mais cedo o Blog do Anderson, que tem acesso direto ao secretário Fábio Vilas-Boas, um privilégio que a autoridade maior da saúde no estado da Bahia dá a poucos, o titular da Sesab confirmou a medida. Segundo o Blog do Anderson: “De acordo com Vilas Boas, pacientes de outros localidades, como de Conquista, também estarão indo para Salvador, caso seja necessário. ‘Assim como virão pacientes de outros municípios para Salvador’, disse o secretário”.

Claramente, a nota procura atingir o prefeito Herzem Gusmão (e parte da imprensa conquistense), que, mais cedo, postou nas suas redes sociais (Twitter, Instagram e Facebook) ter tomado conhecimento pela imprensa acerca da possibilidade de os hospitais públicos e contratados de Vitória da Conquista receberem pacientes com coronavírus de Itabuna e Ilhéus.

Segundo Herzem, a suposta intenção da Sesab “demonstra, mais uma vez, a necessidade de o Estado abrir o diálogo e discutir, efetivamente, o plano de ação e fluxos de pacientes com os municípios”. Na postagem o prefeito cometeu um erro ao dizer que o contrato com o Hospital de Clínicas de Conquista não tinha sido publicado, o que já ocorreu no dia 24 deste mês.

VEJA A NOTA DA SESAB

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) trabalha sempre no sentido de que qualquer paciente, de qualquer agravo, seja atendido em seu município/região.

O esforço de regionalização e descentralização da assistência observado em toda a Bahia e na região Sul, em específico, trará para a região mais de 100 leitos de UTI exclusivos para coronavírus (Covid-19), não existindo, portanto, previsão de transferências de pacientes para a região Sudoeste.

No entanto, cabe lembrar que o Sistema Único de Saúde (SUS) é universal e oferta atendimento a todos os brasileiros de forma irrestrita e, caso necessário, qualquer paciente, independente do agravo, pode ser atendido em qualquer localidade.

A divulgação infundada de que há um plano deliberado de transferência de pacientes da região Sul para a Sudoeste caracteriza notícia falsa e irresponsável. Aqueles que a difundem não possuem credibilidade e portanto devem ser desconsiderados.

Contrato assinado

Diferente dos boatos que circulam das redes sociais, o Hospital de Clínicas de Conquista (HCC) está contratado pelo Governo do Estado e iniciará os atendimentos a partir de 5 de maio. A comprovação pode ser facilmente obtida ao acessar o site do Diário Oficial e selecionar o dia 24 de abril. Lá está disponível o extrato contratual, inclusive, apontando que o investimento estadual será superior a R$ 1,6 milhão por mês para dedicar leitos clínicos e de UTI exclusivos para pacientes com diagnóstico de Covid-19 na região Sudoeste.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente