Covid-19 faz 123 mortos na Bahia, em 3.267 casos confirmados. Curados são 715 ou 22,88% do total

A Bahia registra 3.267 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). Considerando o número de 715 pacientes recuperados e 123 óbitos, 2.429 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

O boletim epidemiológico registra 7.930 casos descartados e 14.869 notificações. Existem hoje 203 profissionais de saúde com diagnóstico positivo para Covid-19. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

ÓBITOS

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 123 mortes pelo novo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Buerarema (1); Camaçari (1); Capim Grosso (1); Catu (1), sendo que a paciente foi contaminada na capital baiana; Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (5); Ipiaú (2); Itabuna (5); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Maraú (1); Nilo Peçanha (1); Salvador (78); Ubaitaba (1); Uruçuca (4); Utinga (1); Vitória da Conquista (3).

Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 12h00 horas deste sábado (2).

118° Óbito: mulher de 71 anos residente em Maraú. Com histórico de hipertensão, apresentou os primeiros sintomas no dia 21 de abril, indo a óbito na última quinta-feira (30), em um hospital público no município de Ilhéus.

119° Óbito: homem de 83 anos residente em Buerarema. Apresentou os primeiros sintomas no dia 20 de abril e foi a óbito no dia 28, em um hospital público de Itabuna. O paciente tinha histórico de hipertensão e diabetes.

120° Óbito: mulher de 41 anos residente em Itabuna. Apresentou os primeiros sintomas no dia 11 de abril e foi a óbito em um hospital público de Itabuna, no último dia 27. Não tinha registro de comorbidades.

121° Óbito: mulher de 56 anos residente em Itabuna. Apresentou os primeiros sintomas no dia 29 de abril e foi a óbito, em um hospital público de Itabuna, no último dia 22. Ela tinha histórico de doença renal crônica, diabetes e cardiopatia.

122° Óbito: mulher de 90 anos residente em Salvador. Apresentou os primeiros sintomas no dia 18 de abril e foi a óbito, em um hospital filantrópico da capital, na última sexta-feira (1º). Ela tinha histórico de doença renal crônica e hipertensão.

123° Óbito: mulher de 61 anos residente em Salvador. Apresentou os primeiros sintomas no dia 6 de abril e foi a óbito, em um hospital privado da capital, na última sexta-feira (1º). Ela tinha histórico de doença pulmonar obstrutiva crônica.

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Um novo boletim com a descrição detalhada do local de ocorrência dos casos será publicado a partir das 17h00 de hoje.

 

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente