Lacem de Conquista aguarda validação e testes para o novo coronavírus ainda precisam ser mandados para Salvador

BANNER_728x90_GIF

Entre 1º de maio e ontem (8) foram enviadas de Vitória da Conquista para exame no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) 144 coletas de material de pacientes do município com suspeita do novo coronavírus. Retornaram 93, um percentual significativo de 62%, dos quais dez deram positivo e 83 foram descartados. De segunda-feira (4) até ontem ocorreram 128 notificações de casos suspeitos de Covid-19 no município, uma média de 25,6 por dia, um recorde até aqui, elevando o número de testes esperando resultado.

Por causa da grande demanda, ocasionada pelo aumento de casos confirmados no sul do estado (só Itabuna aguarda 454 resultados e Ilhéus 150), a quantidade de resultados enviados do Lacen para Vitória da Conquista varia diariamente. No período mencionado, houve dia de não chegar nenhum, duas vezes chegaram dois e ontem foram três. Isso teve como consequência um acúmulo de testes aguardando resultado. Estão em Salvador 96 amostras colhidas em Conquista, a maior quantidade acumulada até agora. Além disso, 65 pacientes aguardam coleta.

Para desafogar o Laboratório Central, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) decidiu descentralizar os exames para cinco cidades do interior, incluindo Vitória da Conquista, onde o Laboratório Central Municipal (Lacem), tem máquina com a mesma capacidade do laboratório da capital, podendo processar até 90 testes de uma só vez. Com a descentralização, de acordo com a Sesab, os municípios que demoravam até sete dias para receber os resultados poderão obtê-los em até 48 horas.

Inicialmente, a coordenadora do Núcleo Regional de Saúde Sudoeste, Karoline da Silva Rebouças, disse ao BLOG que o laboratório municipal já havia começado a fazer os exames, mas que eles precisariam ser validados por Salvador, até que o Lacem receba o selo de qualidade. No entanto, por meio da Secretaria de Comunicação, a Prefeitura de Vitória da Conquista corrigiu a informação e explicou que os exames laboratoriais não começaram a ser feitos em Vitória da Conquista, porque ainda depende do Lacem receber a certificação, como também não chegaram os kits para a realização do trabalho, que devem ser enviados pela Sesab.

Por enquanto, o Lacem de Vitória da Conquista está fazendo os chamados testes cegos, que estão passarão por validação de Salvador, e a previsão é de que, operando com capacidade total, o laboratório municipal, ligada à Fundação de Saúde Pública, dê os resultados em até dois dias, considerando a presente demanda local e regional. O núcleo Regional de Saúde recebe, em média diária 30 a 50 testes, provenientes de 74 municípios.

HISTÓRICO

De 1º a 2 de maio – Dia 1º havia 76 pacientes com suspeita aguardando resultado. Vieram dois resultados no dia 2, um descartado e um confirmado para Covid-19.

De 2 a 3 – No dia 2 havia 74 pacientes com suspeita aguardando resultado. No dia 3 vieram 41, 40 descartados, um confirmado.

De 3 a 4 – No dia 3 havia 42 pacientes aguardando resultado. No dia 4 vieram 23, todos negativos.

De 4 a 5 – No dia 4 havia 22 pacientes aguardando resultado. No dia 5 vieram dois, negativos.

De 5 a 6 – No dia 5, havia 46 pacientes aguardando resultado. No dia 6 não veio nenhum resultado.

De 6 a 7 – No dia 6, havia 73 pacientes aguardando resultado. No dia 7 vieram 22, 14 negativos e oito positivos.

De 7 a 8 – No dia 7 havia 86 pacientes aguardando resultado. No dia 8 vieram três, todos negativos

De 8 a 9 – No dia 8 havia 96 pacientes aguardando resultado.

Total – Desde o dia 1º de maio, chegaram 93 resultados de 149 coletas enviadas (62% de resposta). Outros 96 aguardam resultado.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente