Prefeitura de Conquista leva quase um mês para entregar menos da metade dos kits alimentação a estudantes

BANNER_728x90_GIF

Com quase 44 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino, incluindo creches, matrículas especiais e Educação de Jovens e Adultos (EJA) a Secretaria Municipal de Educação (Smed) parece estar encontrando dificuldade para fazer a distribuição dos kits alimentação autorizados pelo Governo Federal desde o dia 7 de abril.

A distribuição começou no dia 15, pela Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida e pelo Centro Municipal de Educação Infantil Frei Graciano, no bairro Nossa Senhora Aparecida e até este sábado (9) foram entregues mais de 20 mil kits para pais ou responsáveis dos estudantes matriculados na Rede Municipal de Ensino, de 65 unidades escolares (sendo 36 escolas na área urbana e 2 na rural e 27 creches), segundo a Smed.

Pela previsão da secretaria, até terça-feira (12), deve ser concluída a distribuição nas escolas e creches da área urbana, ao tempo em que a entrega continua na zona rural, sem previsão de encerramento.

A demora na distribuição dos kits tem gerado reclamação de pais e estudantes e foi assunto de discursos na Câmara de Vereadores e na imprensa local, mas a Secretaria de Educação garante que é falsa a informação de que há irregularidades e tampouco existe qualquer condicionalidade para que os alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), ou de qualquer outra modalidade, façam a retirada do kit na unidade de ensino em que está matriculado.

Em nota oficial, a Smed esclarece que “inclusive, o kit para os alunos dessa modalidade, independe do kit dos seus filhos, caso eles sejam estudantes da Rede Municipal de Ensino. Ou seja, se a aluna ou aluno da EJA possui um filho matriculado em uma escola ou creche municipal, tanto a mãe ou pai quanto o filho receberão seus kits”.

Para as famílias com até dois filhos matriculados, está sendo entregue um kit. Para as famílias com três a cinco filhos matriculados estão sendo entregues dois kits. A quantidade de kits alimentares definida para cada família de acordo com o número de filhos matriculados nas unidades escolares municipais cumpre o percentual nutricional exigido pelo PNAE, o que os nutricionistas chamam de “per capita”.

De acordo com a Smed, os kits são compostos por nove itens (arroz, feijão, farinha de mandioca, macarrão, extrato de tomate, óleo, leite, açúcar e biscoito) que compõem a Alimentação Escolar dos estudantes nas unidades de ensino. Todos os itens que fazem parte do kit foram aprovados pela equipe de nutricionistas do Município e pelo Conselho Municipal de Alimentação Escolar. Não foi informado o peso ou a quantidade de cada item na formação do kit.

A Secretaria de Educação diz que para garantir o escalonamento no ato da entrega e evitar aglomeração nas unidades, a comunicação a respeito da distribuição dos kits está sendo feita pela direção das escolas e creches diretamente aos pais ou responsáveis. Os diretores entram em contato avisando o dia e o horário que deverá ser feita a retirada do kit.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente