Coronavírus | Bares na zona rural que desobedeciam proibição de funcionamento foram interditados pela Prefeitura e Polícia Militar

BANNER_728x90_GIF

Neste final de semana, a gerência de Posturas da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, com apoio da Polícia Militar, realizou fiscalização na zona rural de Vitória da Conquista visando o cumprimento das medidas restritivas decretadas pelo prefeito Herzem Gusmão com o objetivo de impedir a proliferação do novo coronavírus. No sábado e no domingo, a equipe fez ronda na região dos povoados de Barrocas, Capinal e Limeira e realizaram a interdição de nove bares que estavam descumprindo as determinações.
“Enviamos uma equipe a esses locais devido à quantidade de reclamações que recebemos nos últimos dias”, explicou o secretário Luís Paulo Sousa. Segundo ele, a população tem colaborado denunciando os estabelecimentos que estão em situação de infração, não cooperando com o isolamento social e provocando aglomerações. “A demanda tem aumentado para a fiscalização, mas isso é bom, pois significa que as pessoas estão mais conscientes sobre a importância do isolamento social”.

Durante a abordagem, os fiscais observavam o tipo de serviço ofertado, se havia infração, orientavam os comerciantes sobre o funcionamento e as medidas preventivas para evitar a Covid-19. Os bares que também funcionam como mercearia, o que é típico na zona rural, podem funcionar desde que o atendimento seja restrito à porta do estabelecimento.

Ao longo da semana, a fiscalização de Posturas tem atuado em regime de plantão para atender as denúncias e garantir o cumprimento do que estabelece o decreto municipal. Para realizar uma denúncia, o cidadão deve entrar em contato com o setor por um desses telefones: (77) 3420-7009 / 3420-7010 / 98856-4737 (Whatsapp).

Confira a lista dos estabelecimentos que estão permitidos a funcionar em pmvc.ba.gov.br/coronavirus.


COM TEXTO E FOTOS DA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA DE VITÓRIA DA CONQUISTA

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente