Loja Havan é interditada pela Prefeitura em Vitória da Conquista por desobedecer decreto da Covid-19

BANNER_728x90_GIF

Fiscais da Gerência de Posturas da Secretaria de Serviços Públicos da Prefeitura de Vitória da Conquista interditaram, na tarde desta quarta-feira (13), a Loja Havan. Apesar do decreto municipal que determina o fechamento do comércio considerado não essencial até, pelo menos, domingo (17), o estabelecimento não apenas estava aberto como permitia a aglomeração de pessoas em seu interior.
Há alguns dias a movimentação intensa na Havan, localizada na Avenida Juracy Magalhães, na Zona Sul da cidade, estava chamando a atenção de algumas pessoas. Mesmo em locais onde lojas estão podendo funcionar a adoção de precauções quanto a aglomerações é obrigatória, o que não estava sendo levado em conta pela loja do empresário catarinense Luciano Hang,
Nesta quarta, a fiscalização da Prefeitura de Vitória da Conquista confirmaram a desobediência reiterada ao decreto municipal e lacrou a loja. Os fiscais verificaram a presença de clientes no interior da loja. “Nossa ação é uma ação de fiscalização, mas é, principalmente, pela preservação da saúde pública. Estamos nas ruas para combater o coronavírus e contamos com a colaboração de todos”, afirma o secretário de Serviços Públicos, Luís Paulo Sousa.
A Secretaria de Serviços Públicos tem realizado rondas diárias e atendimento de denúncias de estabelecimentos que estão descumprindo as determinações de segurança. A população pode denunciar as infrações pelos telefones 3420 7010, 3420 7009 ou 98856 4737 (Whatsapp).

COM DADOS DO BLOG DO SENA E DA SECOM DA PMVC

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente