Oito pessoas morreram em hospitais de Vitória da Conquista por Covid-19, segundo a Sesab. Quatro eram de fora

BANNER_728x90_GIF

O boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (Sesab) informa a quantidade de óbitos relacionadas à Covid-19 por cidade em dois quadros, nos quais separa as mortes de pessoas residentes na cidade e aquelas de pessoas de outros municípios. No caso de Vitória da Conquista, foram confirmados quatro óbitos de pacientes residentes na cidade. O primeiro ocorreu no dia 13 de abril, a vítima foi um homem de 62 anos; o segundo óbito foi dez dias depois, no dia 23, um homem de 76 anos; o terceiro, uma mulher de 62 anos, no dia 26 de abril e o quarto paciente falecido foi um homem de 43 anos, no dia 3 deste mês.

Mais quatro pessoas que estavam em tratamento em UTIs de hospitais locais e tinham origem em outras localidades morreram em Vitória da Conquista. E todas as vítimas eram do sexo feminino. A primeira era de Paramirim e veio a óbito no dia 9, aos 80 anos. A segunda morreu no dia 11, tinha 63 anos e era de Itarantim. No dia 14, faleceu outra mulher, de 75 anos, residente em Mirante, e no sábado (16), morreu a oitava vítima de Covid-19 em Conquista, a quarta de outras localidades. Ela tinha 79 anos e morava em Ibirapitanga.

TABELA CONSTANTE NO BOLETIM DA SESAB DESTA QUARTA (20). VEJA MAIS AQUI

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), até esta quarta-feira (20), Vitória da Conquista registrou 97 casos confirmados da Covid-19, com 51 curados. Ainda estão em recuperação 42 pacientes, dos quais nove estão hospitalizados e 33 em isolamento domiciliar. De 188 pacientes com suspeita de terem sido infectados pelo novo coronavírus, também nove encontram-se internados. São pessoas residentes na cidade.

O Governo do Estado contratou 70 leitos nos hospitais IBR e HCC, sendo 30 de UTI e 40 leitos clínicos, aos quais se soma a capacidade do Hospital de Base, que, segundo a secretaria estadual de Saúde, pode disponibilizar, progressivamente, 45 leitos para a Covid-19, sendo 21 de UTI, perfazendo 115 leitos ao todo. Os pacientes que são acolhidos por essas unidades são mandados pela regulação estadual, a partir de cidades onde não existam leitos para doentes com o novo coronavírus ou estejam com a capacidade esgotada.

Além dos leitos disponibilizados pelo Governo do Estado, a Prefeitura de Vitória da Conquista contratou, com recursos do Governo Federal, dez leitos de UTI e dez de enfermaria da Santa Casa de Misericórdia, para pacientes regulados pelo Centro de Atenção Municipal ao Coronavírus.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente