Covid-19 na Bahia: 18.898 casos, 6.701 pacientes curados, 701 mortes e 11.496 pacientes ainda em tratamento

BNI_728x90px_CONTAS-PAGA

Nesta segunda-feira (1º) a Bahia registra 18.898 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), com 701 óbitos, 6.701 pacientes recuperados e 11.496 pessoas monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Os casos confirmados representam 16,07% do total de notificações no estado. Na Bahia, 2.764 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os 34 óbitos contabilizados no boletim epidemiológico desta segunda (1º) referem-se a um período de 28 dias, conforme observado nos perfis detalhados. Ou seja, não ocorreram em 24 horas. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria.

Os casos confirmados ocorreram em 302 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (61,32%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (5.653,30), Ipiaú (4.294,47), Itabuna (4.192,79), Salvador (3.979,67) e Itajuípe (3.855,35).

O boletim epidemiológico registra 41.442 casos descartados e 117.625 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda (1º).

ÓBITOS

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 701 mortes pelo novo coronavírus.

668º óbito – mulher, 88 anos, residente em Salvador, portadora de doença respiratória crônica. Internada dia 21/05, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede particular, em Feira de Santana;

669º óbito -homem, 45 anos, residente em Eunápolis, portador de hipertensão arterial. Internado dia 11/05, veio a óbito dia 12/05, em hospital da rede pública, em Eunápolis;

670º óbito – homem, 84 anos, residente em Uruçuca, portador de diabetes mellitus, hipertensão arterial e doença renal crônica. Internado dia 22/05, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede pública, em Ilhéus;

671º óbito – mulher, 76 anos, residente em Cairu, portadora de diabetes mellitus e hipertensão arterial. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 07/05, em hospital filantrópico de Valença;

672º óbito – mulher, 65 anos, residente em Mulungu do Morro, portadora de diabetes mellitus, doença cardiovascular, hipertensão arterial e doença respiratória crônica. Internada dia 23/05, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede pública, em Mulungu do Morro;

673º óbto – mulher, 84 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes mellitus e hipertensão arterial. Internada dia 04/05, foi a óbito dia 24/05, em hospital da rede particular, em Salvador;

674º óbito – homem, 70 anos, residente em Salvador, portador de obesidade e hipertensão arterial. Internado dia 18/05, veio a óbito dia 30/05, em hospital da rede particular, em Salvador;

675º óbito – homem, 71 anos, residente em Simões Filho, portador de doença cardiovascular e obesidade. Internado dia 22/05, veio a óbito dia 24/05, em hospital da rede pública, em Simões Filho;

676º óbito – mulher, 71 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, imunodeficiência e neoplasia. Internada dia 23/05, veio a óbito dia 26/05, em hospital militar, em Salvador;

677º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internado dia 19/05, veio a óbito dia 28/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

678º óbito – mulher, 85 anos, residente em Pau Brasil, sem comorbidades. Internada dia 21/05, veio a óbito no mesmo dia (21/05), em hospital da rede pública, em Ilhéus;

679º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus, hipertensão arterial e doença cardiovascular sistêmica. Internado dia 18/05, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede particular, em Salvador;

680º óbito – homem, 78 anos, residente em São José da Vitória, portador de hipertensão arterial. Internado dia 23/05, veio a óbito dia 27/05, em hospital filantrópico, em Itabuna;

681º óbito – mulher, 91 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 18/05, veio a óbito dia 22/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

682º óbito – homem, 98 anos, residente em Itabuna, sem informação acerca de comorbidades. Internado dia 22/05, veio a óbito dia 26/05, em hospital filantrópico, em Itabuna;

683º óbito – homem, 44 anos, residente em Santa Cruz da Vitória, sem comorbidades. Internado dia 23/05, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede pública, em Ilhéus;

684º óbito – homem, 88 anos, residente em Itabuna, portador de neoplasia. Internado dia 15/05, veio a óbito dia 20/05, em hospital filantrópico, em Itabuna;

685º óbito – homem, 77 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Internado dia 26/05, veio a óbito no mesmo dia (26/05), em hospital da rede pública, em Salvador;

686º óbito – homem, 90 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, doença do sistema nervoso e doença respiratória crônica. Internado dia 17/05, veio a óbito dia 21/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

687º óbito – homem, 73 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, data de internação não informada, veio a óbito dia 19/05, em domicílio, em Salvador;

688º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 17/05 e veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

689º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, doença cardiovascular e obesidade, foi internado dia 18/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

690º óbito – homem, 55 anos, residente em Valença, portador de diabetes, data de internação não informada, veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

691º óbito – mulher, 68 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, doença cardiovascular doença renal crônica e hipertensão, foi internada no dia 15/05 e veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

692º óbito – mulher, 52 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e hipertensão arterial, foi internada dia 03/05 e veio a óbito dia 04/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

693º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 17/05 e veio a óbito dia 30/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

694º óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, portadora de doença do sistema nervoso, hipertensão arterial e doença renal crônica, data de internação não informada, veio a óbito dia 24/05, em unidade da rede privada;

695º óbito – mulher, 67 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença renal crônica, foi internada dia 24/05 e veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

696º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de demências, incluindo Alzheimer, diabetes e hipertensão arterial, foi internada dia 21/05 e veio a óbito dia 29/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

697º óbito – mulher, 67 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 19/05 e veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

698º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular e obesidade, foi internada dia 16/05 e veio a óbito dia 23/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

699º óbito – mulher, 81 anos, residente em Aporá, portadora de doença cardiovascular, doença respiratória crônica, neoplasias e obesidade, foi internada dia 19/05 e veio a óbito dia 25/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

700º óbito – homem, 82 anos, residente em Ipiaú, sem comorbidades, foi internado dia 08/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

701º óbito – mulher, 94 anos, residente em Salvador, portadora de doenças autoimunes, foi internada dia 03/05 e veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede privada, em Salvador.

FAIXA ETÁRIA

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 53,10% foram do sexo feminino, 44,08% do sexo masculino e 2,82% sem informação. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 19,86% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos ou mais (1.969,97/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (1.636,36/1.000.000 habitantes).

TAXA DE OCUPAÇÃO

Na Bahia, dos 1.803 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.017 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 56%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 791 leitos exclusivos para o coronavírus, 534 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 68%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

EXAMES

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 55.547 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 1º de junho de 2020. Estão em análise 1.416 exames.

Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus. Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente