Covid-19 aumentou mais de 381% em Conquista desde início de maio, mas percentual de curados cresce 417%. Veja mais dados

BNI_728x90px_CONTAS-PAGA

Os primeiros casos suspeitos do novo coronavírus foram notificados no dia 27 de fevereiro. Desde aquela data, 96 dias depois, já são 1.489 notificações (sem incluir os casos de síndrome gripal considerada leve. Das notificações de casos suspeitos, desde 27 de fevereiro, 1.042 foram descartados como negativos para Covid-19. Em termos percentuais: 71,5% das pessoas que tiveram sintomas que poderiam ser do novo coronavírus testaram negativo ou foram clinicamente consideradas sem o vírus.

Nestes pouco mais de três meses, foram confirmados 159 casos, 10,67% das notificações. Infelizmente, cinco pessoas morreram.

O que tem sido destacado é a diferença na velocidade da proliferação do vírus e a da cura, o que resulta nesse grande percentual de curados: 73,24% de todas as pessoas que adoeceram de Covid-19 se recuperaram em Conquista. Para efeito de comparação, com 960 casos, Itabuna apresenta um percentual de cura de 25,83%, e Ilhéus, com 557 casos, 64,09% de recuperados.

Em Vitória da Conquista, o percentual foi maior em abril, mês em que aconteceu o primeiro caso confirmado, no dia 1º. Naquele mês, 80% das pessoas que foram infectadas pelo novo coronavírus ficaram curadas. Em abril, ocorreram três mortes e o município chegou a registrar uma das taxas de letalidade mais altas do mundo naquele momento, 9,67%.

Em maio, 121 moradores do município testaram positivo para Covid-19, dois morreram e outras 91 pessoas se recuperaram. Na proporção com os casos confirmados no mês, o número de curados equivale a 75,20%. Apesar do registro numericamente superior de pessoas contaminadas pelo vírus (121 ante 91) no mês passado, foi proporcionalmente maior o aumento de pacientes curados, 479%. Os casos novos aumentaram 390%.

 

Ontem (1º), quando começou a vigorar a flexibilização do isolamento social com a reabertura do comércio considerado não essencial, foram confirmados sete novos casos, nove pessoas foram consideradas curadas da Covid-19 e uma sexta faleceu com suspeita de ter sido infectada, o resultado deve sair nas próximas horas. O aumento de casos equivale a 4,6%. A quantidade de curados variou de 115 para 124: 7,82%.

Considerando os números de 1º de maio a 1º de junho, foram mais 126 casos confirmados e outros 100 pacientes recuperados. O aumento de casos foi de 381,8%, o de pacientes curados 416,66%. E isso é um alívio, diante de um quadro de avanço da Covid-19 no município.

ALÉM DISSO…

Há um outro dado a destacar: a evolução da taxa de contágio. A maior taxa de contágio em Vitória da Conquista se registrou no dia 4 de abril, 2,5, quando eram cinco casos confirmados na cidade. No último dia de abril era de 1,00. No dia 1º de maio passou a 1,06 e fechou o mês em 1,05. O momento que esteve mais alto em maio foi no sábado (30), quando chegou a 1,08. No dia anterior era de 1,04, o mesmo valor verificado no domingo (31) e ontem. Esta estabilidade nas últimas 48 horas é um indicativo de que há um razoável controle da disseminação do novo coronavírus no município conquistense.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente