Com PRF no encalço, caminhoneiro apronta na BR 116 e só para mais de 100 Km depois, ao causar terceiro acidente. Veja vídeo

BNI_728x90px_CONTAS-PAGA

Um caminhoneiro desafiou as regras de trânsito, os perigos da BR 116 e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite domingo (7), foi seguido pelos policiais, mas não atendeu as ordens de parar, furou três bloqueios e, depois de 100 quilômetros, depois de causar o terceiro acidente, acabou parando, tentou fugir a pé e foi detido pelos agentes federais.

Segundo informações fornecidas pela assessoria de imprensa, a Polícia Rodoviária Federal realizava fiscalização preventiva, no km 752 da BR 116, nas proximidades de Poções, no sudoeste baiano, quando flagrou o condutor de um caminhão VW/24.280 forçar uma ultrapassagem proibida em local perigoso e em alta velocidade.

O caminhoneiro desobedeceu a ordem de parada e continuou a transitar em velocidade incompatível com as via, fazendo zigue-zague, aumentando o risco  de causar algum acidente. Uma viatura da PRF seguiu o caminhão por mais de 100 quilômetros, enquanto o condutor dirigia em alta velocidade desrespeitou às sinalizações dos trechos durante a fuga.

Os agentes fizeram várias tentativas de fazer o caminhoneiro parar, porém, ao tentar aproximação com o caminhão, o motorista ‘jogava’ o veículo em direção a viatura. A equipe solicitou auxílio policial e um bloqueio foi montado no perímetro urbano de Manoel Vitorino, contudo, mais uma vez o comando de parada foi desrespeitado e o motorista seguiu dirigindo de forma descontrolada na rodovia.

Já no Km 638, o caminhoneiro provocou o primeiro acidente, uma colisão lateral com um veículo que vinha em sentido contrário. Uma equipe da PRF permaneceu no local para atendimento ao usuário. Outro bloqueio policial foi realizado em frente a unidade da PRF em Jequié, também sem êxito. O caminhoneiro invadiu um terceiro bloqueio no perímetro urbano da cidade e seguiu, de forma perigosa na pista.

Na Serra do Mutum, trecho crítico de acidentabilidade, o motorista envolveu-se em uma segunda colisão, quando perdeu o controle do veículo e finalmente parou. Ainda tentou fugir a pé, mas foi alcançado e detido pelos agentes federais.

Motoristas que transitavam no trecho relataram que o condutor do caminhão estava dirigindo de forma perigosa desde o quilômetro 810 da BR 116, e para evitar acidentes os usuários tinham que desviar para o acostamento e frear bruscamente.

O infrator, um homem de 38 anos, foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Jaguaquara, para os procedimentos cabíveis.

A PRF alerta que mesmo em tempos de pandemia do novo coronavírus manterá fiscalização rigorosa nas estradas, com o objetivo de combater as possíveis irregularidades no trânsito como ultrapassagens proibidas e a embriaguez ao volante, infrações tidas como causadoras de acidentes graves e muitas vezes fatais. Um leito utilizado pela vítima de um acidente de trânsito que poderia ter sido evitado é um leito a menos para o tratamento das vítimas da Covid-19.

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos outros veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações da PRF para reduzir o risco de acidentes.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente