HCC diz que blog Sudoeste Digital divulgou notícia falsa sobre atendimento do hospital

BNI_728x90px_CONTAS-PAGA

A direção do Hospital de Clínicas de Vitória da Conquista (HCC) reagiu a matéria publicada no blog Sudoeste Digital que, sem considerar o impacto sobre a comunidade, informou estar a unidade hospitalar “colocando em risco pacientes e acompanhantes a risco de contaminação” por manter um cartaz, colocado antes da pandemia do novo coronavírus, orientando as pessoas a usarem o corrimão para evitar o risco de acidentes. Ocorre que o cartaz está em uma entrada que não é mais usada, segundo a assessoria de imprensa do HCC.

“Ao contrário do que indica a matéria, a placa não é um convite ao risco de contaminação de pacientes e acompanhantes, uma vez que esta entrada está lacrada e não há acesso de ninguém por este espaço desde o início das atividades de atendimento a Covid-19. Inclusive, parte da faixa que indica que a entrada deve ser pela outra portaria aparece na foto da matéria”, afirma nota do hospital.

O aludido blog havia postado que, “a princípio, pode ser uma medida de precaução para evitar acidentes, na verdade é um convite ao risco de contaminação de pacientes, acompanhantes e demais pessoas que acessam o Hospital das Clínicas de Conquista (HCC)”. O que, pode ser demonstrado pelas fotografias, não condiz com a verdade.

O blog Sudoeste Digital diz na mesma matéria que “o espaço é aberto e não há qualquer funcionário no local procedendo a higienização da estrutura os das pessoas, com álcool em gel. Não há sequer um piso antiderrapante para auxiliar no fluxo de subida e descida das pessoas pela rampa”.

No esclarecimento enviado à imprensa e publicado pelo próprio Sudoeste Digital, o HCC contesta também essa informação. “Mais uma vez, ao contrário do que diz a matéria, o local é higienizado, todos os dias no início da manhã, com a pulverização de um produto hospitalar de desinfecção. Vídeos mostrando esse processo foram amplamente distribuídos a toda a imprensa, inclusive ao blog Sudoeste Digital, em 15 de maio. Não há fornecimento de álcool gel a pacientes e acompanhantes nesta entrada uma vez que ela está lacrada e não há acesso de pacientes ou acompanhantes por ali”.

Quanto à inexistência de piso antiderrapante, diz o hospital, “a própria foto mostra as faixas antiderrapantes instaladas na rampa. Ainda assim, quando aberto ao público, um tapete de borracha antiderrapante é colocado em toda a extensão da rampa. Este tapete não é fixo para que possa ser mais fácil sua higienização e desinfecção. E por conta do acesso estar fechado, ele não está no local no momento”.

A matéria do blog Sudoeste Digital faz referência, ainda, ao episódio em que funcionários de uma empresa de ambulâncias de Itabuna fizeram descarte de material contaminado em uma lixeira na mesma rua do hospital. A nota do HCC explica que, “quanto ao fato do descarte indevido de EPIs, realizado no final do mês passado por uma funcionária de uma empresa sem vínculos com o Hospital, esclarecemos que foi o HCC, e não a prefeitura, que realizou a coleta do material e o seu devido descarte no lixo hospitalar e também realizou toda a desinfecção da área da lixeira e do seu entorno”.

Por fim, o Hospital de Clínicas de Conquista afirma que o blog não procurou a instituição, seja “por meio da assessoria de comunicação, ou de qualquer outro departamento do hospital” em busca de informações para a referida matéria. O blog Sudoeste Digital manteve a publicação, sem qualquer reparo, mesmo após a nota de esclarecimento do hospital.

VEJA A NOTA DO HCC NA ÍNTEGRA

A respeito da matéria publicada no blog Sudoeste Digital o Hospital de Clínicas de Conquista vem esclarecer:

A placa de CUIDADO a que se refere a matéria é anterior ao processo da pandemia, e tem como objetivo reforçar aos pacientes a necessidade de maior atenção ao utilizar a rampa.

Ao contrário do que indica a matéria, a placa não é um convite ao risco de contaminação de pacientes e acompanhantes, uma vez que esta entrada está lacrada e não há acesso de ninguém por este espaço desde o início das atividades de atendimento a covid-19.
Inclusive, parte da faixa que indica que a entrada deve ser pela outra portaria aparece na foto da matéria.

Mais uma vez, ao contrário do que diz a matéria, o local é higienizado, todos os dias no início da manhã, com a pulverização de um produto hospitalar de desinfecção.
(Vídeos mostrando esse processo foram amplamente distribuidos a toda a imprensa, inclusive ao blog Sudoeste Digital, em 15 de maio). Não há fornecimento de álcool gel a pacientes e acompanhantes nesta entrada uma vez que ela está lacrada e não há acesso de pacientes ou acompanhantes por ali.

Quanto à inexistência de piso antiderrapante, a própria foto mostra as faixas antiderrapantes instaladas na rampa. Ainda assim, quando aberto ao público, um tapete de borracha antiderrapante é colocado em toda a extensão da rampa. Este tapete não é fixo para que possa ser mais fácil sua higienização e desinfecção. E por conta do acesso estar fechado, ele não está no local no momento.

Outro fato que não condiz com a realidade é que o HCC tenha sido contratado pelo Estado para ATENDIMENTO EXCLUSIVO a pacientes contaminados pelo novo coronavirus em Vitória da Conquista. Na verdade, o contrato com o Governo do Estado refere-se a 20 leitos de UTI e 20 leitos de internação clínica, em dois andares do hospital que estão totalmente isolados do restante da estrutura com acessos completamente independentes. Estando assim, os outros andares do Hospital abertos ao atendimento convencional com total segurança.

Quanto ao fato do descarte indevido de EPIs, realizado no final do mês passado por uma funcionária de uma empresa sem vínculos com o Hospital, esclarecemos que foi o HCC, e não a prefeitura, que realizou a coleta do material e o seu devido descarte no lixo hospitalar e também realizou toda a desinfecção da área da lixeira e do seu entorno.

Por fim, não há registros por meio da assessoria de comunicação, ou de qualquer outro departamento do hospital de tentativa de contato de nenhum representante do blog Sudoeste digital em busca de informações para a referida matéria.

O HCC aproveita para reforçar nosso compromisso com a transparência e a informação clara e verídica, que deve ser o objetivo do jornalismo responsável, comprometido com a verdade e a checagem de fatos antes da publicação.

ASCOM HCC.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente