Em oito municípios da região de Vitória da Conquista não ocorreram casos de Covid-19. São 570 em 23 cidades, com 11 mortes

BNI_728x90px_CONTAS-PAGA

Para efeito do levantamento a seguir, o BLOG vai considerar três agrupamentos de municípios que envolvem Vitória da Conquista: 1. A denominada microrregião de Vitória da Conquista, composta por 30 municípios; 2. O Território de Identidade Sudoeste Baiano, com 24 cidades, e 3. A Região de Saúde de Vitória da Conquista, divisão administrativa e logística da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), com 19 municípios, para os quais Conquista é referência.

A começar pela maior delas, onde moram quase 810 mil pessoas, são 570 casos confirmados em 23 dos 30 municípios. A proporção comparada ao geral da Bahia é 1,68%. A população corresponde a 5,44% do estado. Vitória da Conquista tem a maior quantidade de casos, 329, seguido por Cândido Sales e Encruzilhada (44 cada), Iguaí (37), Poções (26), Piripá (24), Planalto (17), Barra do Choça (16), Condeúba (10), Mirante (4), Caetanos e Caraíbas (três cada), Anagé, Iramaia e Tremedal (dois cada), Barra da Estiva, Boa Nova, Cordeiros, Ituaçu, Maetinga, Nova Canaã e Ribeirão do Largo (um cada) completam a lista. Os óbitos são de Conquista (5), Poções (2), Anagé (1), Cândido Sales, Iguaí e Mirante (um cada).

Houve 11 óbitos de residentes em seis deles – Conquista (5), Poções (2), Anagé, Cândido Sales, Iguaí e Mirante (um de cada), de acordo com boletim da Sesab de quinta-feira (11).

Não há registro de ocorrência de Covid-19 em Belo Campo, Bom Jesus da Serra, Caatiba, Contendas do Sincorá, Ibicoara, Itambé, Presidente Jânio Quadros e Tanhaçu.

IBGE E ITAPETINGA

Aqui, é importante esclarecer que o IBGE dividiu o estado da Bahia em 34 regiões geográficas imediatas. Por essa divisão, Vitória da Conquista é uma região imediata, que inclui as regiões intermediárias de Jequié, Brumado, Ipiaú e Itapetinga. A região geográfica intermediária de Vitória da Conquista, a que se pode chamar de microrregião, além dos municípios que fazem parte do território de identidade inclui: Barra da Estiva, Boa Nova, Caatiba, Contendas do Sincorá, Ibicoara, Iguaí, Iramaia, Ituaçu, Nova Canaã  e Tanhaçu.

Itapetinga fica fora das três áreas destacadas, por ser sede de região intermediária, fazer parte do Território de Identidade do Médio Sudoeste da Bahia e e ser a sede de uma região de saúde, pela estrutura da Sesab.

Se a região avaliada é o Território de Território de Identidade Sudoeste Baiano (700.261 habitantes, 4,70% da população baiana), os totais de casos e de óbitos registrados são 557 e os óbitos caem para dez (sem o de Iguaí, que faz parte do mesmo território de identidade de Itapetinga, ao qual também pertence Itambé). Os casos confirmados correspondem a 1,64% e os óbitos a 0,98% dos registros da Bahia.

Por fim, a Região de Saúde de Vitória da Conquista, composta 19 municípios (640.917 habitantes, 431% da população do estado) teve, até ontem, 527 casos confirmados e a quantidade de óbitos se mantém em relação território de identidade. Comparando com os números do estado, a Região de Saúde tem 1,55% dos casos e 0,98% das mortes.

 

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente