Com crescimento do casos de coronavírus em Conquista, Ministério Público entra na Justiça para fechar comércio

O Ministério Público Estadual (MPE) deu entrada nesta segunda-feira (22) em uma Ação Civil Pública (ACP) pedindo à Justiça o fechamento do comércio de Vitória da Conquista, em razão do aumento de Covid-19, que chegou a 523 casos, com 13 óbitos, sendo oito ocorridos na semana passada.

A ACP foi ajuizada pela promotora Guiomar Miranda de Oliveira Melo, da 11ª Promotoria de Justiça, na 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Vitória da Conquista, que tem como titular a juíza Simone Soares de Oliveira Chaves. A promotora explica que seu objetivo é a retomada do isolamento social, com a determinação judicial de fechamento do comércio e outras atividades econômicas não essenciais, bem como o fechamento de templos religiosos.

“Ajuizei a ação no dia de hoje e aguardo decisão liminar”, informou a promotora de Justiça ao BLOG. A expectativa é que a juíza Simone Soares de Oliveira Chaves, decida amanhã sobre o assunto.

ATUALIZAÇÃO: COMO A JUÍZA TITULAR DA 1ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTÁ DE FÉRIAS, O CASO FICOU COM A SUBSTITUTA MÁRCIA DA SILVA ABREU, QUE JÁ SE MANIFESTOU, DANDO AO MUNICÍPIO DE VITÓRIA DA CONQUISTA 72 HORAS PARA APRESENTAR CONTRARRAZÕES.

 

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente