Seminário debateu políticas públicas para mulheres em tempos de pandemia


A secretária de Políticas para Mulheres do Governo do Estado da Bahia, Julieta Palmeira, e a pré-candidata a prefeita de Salvador, Major Denice (PT), ex-coordenadora do premiado projeto estadual Ronda Maria da Penha, foram as estrelas do 16º Seminário Virtual dos mandados dos deputados Waldenor Pereira (federal) e Zé Raimundo (estadual). O encontro, realizado na noite de quarta-feira (8), teve como tema “Políticas Públicas para as Mulheres em Tempos de Pandemia” e foi mediado pela ex-vereadora de Poções, Zezéu Leite.

O seminário também teve a participação de cinco pré-candidatas a vereadora de Vitória da Conquista: Nildma Ribeiro (PCdoB) e Márcia Viviane (PT) – que vão em busca da reeleição -, Karine Borges, Karine Grisi e Inez. Na condição de debatedoras, elas defenderam a necessidade de políticas públicas e apoio social para aumentar a representatividade feminina no legislativo e no executivo dos municípios, estados e da União. Hoje essa representatividade ainda está muito a desejar, com apenas 77 deputadas entre os 513 parlamentares da Câmara Federal (o que equivale a 15%) e 12 senadoras no universo de 81 (14,8%) cadeiras no Senado. “E em Vitória da Conquista só temos três mulheres entre 21 ocupantes das cadeiras da Câmara de Vereadores”, lamentou Karine Borges.    

A secretária Julieta Palmeira criticou a falta de prioridade para a mulher nas políticas públicas federais e defendeu uma maior ocupação feminina nos espaços decisivos das políticas da cidade. “Não existe cidade democrática se não existe mulher participando das políticas públicas”, afirmou. Também os deputados Waldenor Pereira e Zé Raimundo, em suas saudações às participantes, ressaltaram que essa foi mais uma iniciativa dos seus mandatos em apoio à bandeira de ampliação dos espaços femininos na política.

O seminário reuniu 130 convidados na sala virtual, dentre os quais prefeitos, vices-prefeitos, vereadores e vereadoras e lideranças de 40 municípios da região. Como os 15 seminários anteriores, este também foi transmitido nas redes sociais dos deputados.

As participantes destacaram o aumento da violência doméstica durante o confinamento das famílias neste momento da pandemia. “Infelizmente, em muitos casos o isolamento virou cárcere”, disse a major Denice, que se notabilizou no comando do projeto Ronda Maria da Penha, com programas educativos de prevenção à violência e a ronda propriamente dita no acompanhamento de casos com medidas protetivas. Ela defendeu a solidariedade entre as mulheres e destacou o lema de uma das campanhas da Ronda: “Em briga de marido e mulher a Lei Maria da Penha mete a colher”.


TEXTO E FOTOS DA ASSESSORIA DOS DEPUTADOS WALDENOR PEREIRA E ZÉ RAIMUNDO

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente