Seminário que vai até sexta busca alternativas para retomar avanços na educação


Seminário interno promovido pelo Núcleo de Educação e Cultura do PT no Congresso Nacional e a Comissão Nacional de Assuntos Educacionais do PT (CAED) debate a elaboração de um documento sobre “A educação brasileira no pós-golpe”. A iniciativa pretende se constituir em um instrumento alternativo à política de desmonte da educação pública levada a efeito pelo governo Bolsonaro, segundo os organizadores.

O seminário foi aberto na segunda-feira (27) pela coordenadora da CAED, e deputada estadual de Pernambuco, Teresa Leitão, e vai até a sexta-feira (31), das 9h00 às 12h00, através de vídeo conferência. No primeiro dia houve exposições sobre o texto geral, realizadas por Heleno Araujo (CNTE), o assessor do Senado, Bruno Ferreira, e a professora Selma Rocha (foto destaque), da escola Nacional de Formação do PT. 

O evento é conduzido pelo deputado federal Waldenor Pereira, coordenador do Núcleo de Educação petista, e reúne parlamentares, assessores, lideranças sindicais e militantes engajados na luta educacional. Eles abriram a semana de debates ainda embalados pelo clima da vitória recente na Câmara dos Deputados com a aprovação da PEC 15/15 que torna permanente do Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. Mas chamaram atenção para manter a mobilização visando garantir a aprovação no Senado mantendo as conquistas propostas na Câmara.

A educação está sendo debatida em suas diversas segmentações, dividida entre Infantil, Inclusiva, no Campo, EJA, Quilombola, Indígena, da Ciência e Tecnologia, além da valorização dos profissionais da Educação, numa programação de debates que busca alternativas para retomar avanços na educação no país.


Com texto e fotos da assessoria do deputado Waldenor Pereira

 

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente