Prefeitura de Conquista retomou testagem para diagnóstico do novo coronavírus nesta terça


A Prefeitura de Vitória da Conquista recebeu um novo lote de 10 mil testes rápidos, que chegou em substituição aos que apresentaram falhas e inconsistências e já retomou as testagens para diagnóstico do novo coronavírus nesta terça-feira (3). Os novos testes, recebidos na última quarta-feira (29 de julho), passaram por estudos de validação e apresentaram qualidade comprovada e parecer técnico satisfatório. 

Os novos testes já foram distribuídos para as unidades de saúde da Atenção Básica e, além disso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) também está ampliando os pontos fixos para complementar a capacidade de testagem dos pacientes notificados que apresentaram Síndrome Gripal, mediante o agendamento prévio. Hoje, o município conta com dois pontos de testagem: um no lado oeste, no Centro Cultural Glauber Rocha, e outro na zona leste, na quadra do Estádio Edvaldo Flores.

AVALIAÇÕES TÉCNICAS SEGURAS

Para realizar a avaliação desses novos testes, em parceria com professores da Ufba e da Uesb, foram testadas 60 amostras negativas congeladas, que são de soro sanguíneo de pacientes coletados em 2014 (quando não havia circulação do novo coronavírus). As amostras, efetivamente, não reagiram como era esperado. Em seguida, foram testados pacientes que já apresentaram exame RT-PCR detectável para Covid-19: “aplicamos o teste para ver se o resultado dava positivo – pois espera-se que o paciente com RT-PCR positivo apresente anticorpos que sejam quantificáveis pelo teste rápido após dez dias – e isso aconteceu, comprovando a eficácia do teste”, explica o farmacêutico Pablo Moreira, técnico responsável pelos testes rápidos da Secretaria de Saúde.

Para realizar o teste rápido, o paciente precisa estar cadastrado na unidade de saúde do seu bairro ou de sua referência, e estar em monitoramento, apresentando síndrome gripal ou suspeita de Covid. “É a unidade de saúde quem faz o agendamento, tanto pra testagem na própria unidade, como para testagem nos pontos fixos. O paciente precisa estar com pelo menos 11 dias ou mais do início dos sintomas para ser testado nos pontos de testagem ou 14 dias ou mais, para ser testado na unidade de saúde, se houver esse agendamento prévio”, esclarece Moreira.

Além disso, as unidades de saúde irão identificar os pacientes que fizeram os testes dos lotes antigos e convocarão para realizar novos testes com os lotes substituídos, mas o farmacêutico tranquiliza: “os pacientes não precisam se preocupar, porque se a unidade não entrou em contato, é porque o teste executado não foi com o lote que apresentou problema”.


COM TEXTO DA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO
FOTO: ARQUIVO

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente

%d blogueiros gostam disto: