Defasagem nos dados da Sesab compromete números finais de mortes por Covid-19 na Bahia

Nesta quinta-feira (5), a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgou declarações do titular da pasta, Fábio Vilas-Boas, de que o quantitativo de óbitos de pacientes com diagnóstico positivo de coronavírus (Covid-19) vem caindo no estado. É fato. O acompanhamento dos boletins diários permite a confirmação da informação. Entretanto, a Sesab não comenta sobre a diferença entre os números apresentados pelos municípios e os que ela divulga. E a diferença não é pequena, o BLOG já abordou a questão.

Para demonstrar a defasagem entre os números da Sesab e dos municípios, o BLOG pesquisou as quantidades de óbitos divulgados, ontem (5), por dez prefeituras e aqueles publicados no boletim da secretaria estadual no mesmo dia. Os dez municípios somam 2.713 mortes, segundo as prefeituras, e 2.594 de acordo com a Sesab, diferença de 119. À exceção de Salvador, todos municípios apresentam números superiores ao da secretaria estadual de Saúde. Em alguns casos a diferença é gritante, como Feira de Santana, que contabiliza 36% a mais do que o informado pela Sesab, em Ihéus são 20,5% a menos no boletim estadual. Vitória da Conquista divulgou no boletim de ontem a ocorrência de 66 mortes de moradores do município, enquanto o boletim estadual informou 60, diferença de quase 10%.

Tomando a Bahia como parâmetro, é legítimo imaginar que essa seja uma realidade nacional, o que torna questionável o número total de óbitos informado tanto pelo Ministério da Saúde quanto pelo consórcio de mídia que alimenta, por exemplo, o Jornal Nacional, da Rede Globo.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: