Mesa da Câmara de Vitória da Conquista quase definida com Dudé na presidência


Ainda não está certo de que não haverá disputa para a direção da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista, já que as escaramuças da campanha eleitoral afetaram bastante as relações entre os dois principais partidos de oposição e o partido do prefeito Herzem Gusmão, o MDB. No entanto, as negociações já feitas até agora apontam para, em caso, de eleição, uma vitória folgada da chapa que vem sendo articulada pelo vereador reeleito Luís Carlos Dudé, do mesmo partido de Herzem e com o apoio dele.

Já está certo que a vice-presidência ficará com Hermínio Oliveira, um dos mais antigos da Casa, com sete mandatos, e ex-presidente. Hermínio é do Podemos, que elegeu também o delegado Marcus Vinícius Oliveira. A 2a vice-presidência, se confirmando a vitória de Dudé, fica com o Pastor Orlando Filho (PRTB) e a 1a secretaria com Nelson de Vivi, do DEM da vice-prefeita eleita Sheila Lemos.

A segunda secretaria ainda não foi definida, mas uma fonte ligada ao vereador Luís Carlos Dudé confidenciou ao BLOG que o cargo foi oferecido ao PT e poderia ser assumido pela vereadora Márcia Viviane, caso o PT tope, mantendo uma participação feminina na Mesa Diretora. Atualmente, a vereadora Nildma ocupa o mesmo cargo. Ela não foi reeleita.

Enquanto Dudé lidera as articulações que envolvem 13 vereadores e nove partidos (MDB, Podemos, DEM, PSC, PRTB, PP, PSDB, Avante e PTB), o PT, com quatro vereadores, PCdoB, com três, e o PTC de Chico Estrela resistem e avaliam manter a disputa de chapa com o nome do atual presidente Luciano Gomes (PCdoB) à frente. O BLOG tentou falar com Luciano, mas não conseguiu.


FOTO: DUDÉ COM HERZEM E SHEILA.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente