Números da Covid-19 e ocupação de leitos sobem em Conquista, mas Prefeitura diz que está tudo sob controle


O brasileiro, de modo geral, baixou a guarda nos últimos meses em relação ao novo coronavírus e infectologistas e governos estaduais já admitem que a segunda onda, uma nova etapa da pandemia, já está em curso no país. Em muitos lugares, como em Salvador, medidas restritivas voltam a ser implantadas, para tentar evitar uma nova explosão de casos e o aumento na quantidade de mortes.

Na capital baiana, entra em vigor, nesta quarta-feira (9), o decreto que suspende por 14 dias o funcionamento de bares e restaurantes nos bairros do Rio Vermelho e Itapuã, de sexta-feira a domingo, a partir das 17h00.  Além disso, estarão suspensas as atividades em cinemas, teatros e demais casas de espetáculo e as atividades sociais como festas, bares e lanchonetes nos clubes sociais, recreativos e esportivos. Apenas as atividades esportivas estarão mantidas nos clubes.

Em Vitória da Conquista, nenhuma medida foi anunciada, apesar de os números sinalizarem que a ameaça da a Covid-19 cresce também no município. A quantidade de casos confirmados na primeira semana de dezembro é muito superior ao mesmo período do mês passado, sendo que em novembro, os números cresceram semana a semana.

Em comparação com a média diária de novos casos, a primeira semana de dezembro supera o mês de novembro, quando foram registrados 1.531 casos, média de 51,03/dia. Até ontem (7), foram 597 casos em dezembro, média de 85,28/dia e mais que 1/3 do total do mês passado. A quantidade de mortes em novembro foi 19. Em dezembro foram três. No total, Vitória da Conquista registrou, até o dia 7, 206 óbitos.

EVOLUÇÃO COVID-19 EM VITÓRIA DA CONQUISTA
Outubro 1ª sem. novembro 2ª sem. novembro 3ª sem. novembro 4ª sem. novembro Per. 29/11 a 5/12  (sete dias) 1ª sem. dezembro
CASOS 2.076 339 274 398 488 509 597
ÓBITOS 41 4 4 6 4 2 3

A taxa de ocupação de leitos de UTI, um dos critérios referenciais para medir o grau de ameaça da pandemia em dada região, está em 78%. No total, dos 143 leitos dedicados a pacientes com suspeita ou confirmação da Covid-19 em Vitória da Conquista, 88 estão ocupados, sendo que 39 (44,31%) são casos confirmados. Dos 88 pacientes, 47 estão em unidades de terapia intensiva e 21 (44,68%) estão fazendo uso de ventilação mecânica (respiradores).

De acordo com boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgado ontem, dos pacientes internados em UTI dez são moradores do município e 37 vieram de fora. No Hospital Geral de Vitória da Conquista a taxa de ocupação das UTIs é de 70%; no HCC é de 85% e 90% no Hospital São Vicente de Paulo (Santa Casa).

Leitos clínicos UTIs Geral
HGVC 65% 70% 67,92%
HCC 40% 85% 62,50%
HSVP 45% 90% 54,00%
TOTAL 49% 78% 62,00%

Apesar dos números, a Secretaria Municipal de Saúde afirma, em nota ao BLOG, que, “nas últimas semanas o ritmo de transmissão da doença se manteve controlado, com a média semanal de casos em queda e com tendência de baixa na taxa de progressão da doença” (grifo nosso).

Além disso, diz a SMS, “a internação de pacientes de Vitória da Conquista nos leitos disponíveis para tratamento da Covid-19 tem apresentado redução desde meados do mês de novembro, bem como a taxa de letalidade que se mantém estável nas últimas quatro semanas”.

A secretaria destaca que o cenário está sendo monitorado diariamente e se houver necessidade de adotar mudanças nos protocolos em vigor as medidas restritivas de circulação de pessoas serão tomadas, a tendência ocorra no período de quatro semanas. “Caso seja observado uma tendência de quatro semanas de alta, serão pensadas novas estratégias preventivas para diminuir o fluxo de pessoas nos horários de pico e garantir o controle do ritmo de transmissão da Covid-19 no município”, conclui a nota da SMS.

  

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente