Covid-19 | Com mais três registros neste domingo, Conquista chega a 257 óbitos, sendo 28 em janeiro. Casos são 16.901, com 97% de curados


Neste domingo (24), foram registrados mais três óbitos de conquistenses por Covid-19, elevando o total para 257 óbitos, sendo 28 em janeiro. Em dezembro foram 26.

A Prefeitura de Vitória da Conquista destaca que dos 16.901 casos da doença no município, 16.400 já foram recuperados – equivalente a 97% – e 244 seguem em recuperação (43 estão internados na cidade, quatro em outros municípios e 197 em tratamento domiciliar).

Por causa do fim do semana, quando não são realizados testes e exames laboratoriais, foram confirmados apenas sete novos casos neste domingo, mas continua muito alta a média diária: 104,79, de um total de 2.515 casos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram registrados ainda 2.841 casos suspeitos do novo coronavírus. Desse total, 2.798 aguardam por investigação laboratorial e 43 pelo resultado do exame RT-PCR, cujas amostras são encaminhadas para análise no Lacen Estadual.

A Vigilância Epidemiológica também informou que, após investigação da Câmara Técnica Estadual de Óbitos, foi constatado que o óbito nº 237, divulgado no dia 11 de janeiro, não teve como causa a Covid-19. Portanto, essa ocorrência foi retirada da relação de óbitos de conquistenses.

Dos três óbitos registrados hoje, dois ocorreram em Salvador e um foi em outubro, notificado agora.

Mulher de 51 anos, moradora do Bairro Simão, não relatou comorbidades. Estava internada para procedimento cirúrgico em Salvador e faleceu no dia 31 de outubro. Em investigação clínica e epidemiológica, confirmou-se o óbito por Covid-19.

Homem de 69 anos, não relatou comorbidades. Foi internado na UPA no dia 21 de dezembro e transferido para hospital em Salvador, vindo a falecer no dia 7 de janeiro.

Mulher de 101 anos, moradora do Bairro Patagônia, portadora de hipertensão e diabetes. Testou positivo para Covid-19 no dia 22 e morreu em casa neste domingo.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente