“É o pior período da pandemia aqui no hospital”. Direção do HCC faz apelo à população da Região Sudoeste




Diante de um cenário mundial onde a pandemia continua a assolar países e fazer vítimas fatais, a Bahia enfrenta o coronavírus da forma como pode, e com as armas que dispõe.

Vitória da Conquista, considerada a capital do sudoeste baiano, é um dos polos que recebe pacientes com coronavírus de vários locais do Estado. Uma população atendida que pode chegar a dois milhões de pessoas. Desde o início da pandemia a cidade vem recebendo pacientes e tratando-os nas vagas de UTI e leitos clínicos que foram especialmente preparados para atendimento exclusivo a pacientes Covid-19.

Dos leitos destinados à pandemia, 20 de UTI e 20 clínicos estão no HCC, hospital que viu nós últimos dias a lotação das vagas Covid chegar ao máximo.

Diante dessa realidade, os diretores do hospital estão se esforçando para conscientizar as pessoas de que, ao chegar a lotação máxima, todas as cidades da região, atendidas em Conquista, sofrem as consequências. Segundo Felipe Nery, diretor administrativo do HCC: “Desde que a pandemia começou, esse é o pior período que estamos passando aqui no hospital. Nunca tivemos um percentual tão grande de leitos de UTI ocupados por tanto tempo.”

Há alguns dias não só o HCC, mas todos os hospitais de Conquista, que atendem a Covid, estão com lotação acima de 85%. Alguns permanecendo com lotação de 100% por dias seguidos.

Para Felipe, falta à população o entendimento de que não há mais vagas nos hospitais, e corremos o risco de ter uma superlotação, situação em que as pessoas acabam morrendo na fila, aguardando vaga na UTI.

“Falo aqui em nome de toda equipe do HCC. O diretor médico, o diretor do atendimento Covid, os sócios e toda equipe que está na linha de frente. Todos hoje pedem a mesma coisa aos moradores de Conquista e das cidades do sudoeste: A população precisa entender que a pandemia ainda não acabou, na verdade ela está agora em seu pior momento. Se você tem amor a sua família e a sua vida deve permanecer em casa. Deixe a confraternização para depois. Deixe aquela saída para desestressar para outro dia. Deixe pra visitar um amigo ou um familiar em outra ocasião. Você terá muito tempo para fazer isso no futuro. Mas só terá esse tempo se estiver vivo. E para estar vivo, precisa se proteger agora.” finalizou Nery.

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente

%d blogueiros gostam disto: