Governador detalha medidas: mantido toque de recolher e no fim de semana terá lockdown no interior também

 


Em vídeo divulgado no início da noite, o governador Rui Costa detalhou a sequência das medidas restritivas visando conter o crescimento da contaminação pelo novo coronavírus na Bahia. A Região Metropolitana de Salvador, onde, segundo o governador, a situação está muito grave, o lockdown vai continuar e apenas os serviços essenciais, poderão funcionar até segunda-feira, cinco horas da manhã. “Portanto, fica prorrogada a restrição à atividade comercial não essencial [em Salvador e na RMS] .

“Para o restante do estado – continuou Rui Costa – vale o toque de recolher a partir de quarta até o final do mês”. O governador adiantou que no sábado e no domingo o fechamento do comércio vale para todas as cidades da Bahia

Rui explicou que fez reuniões com prefeitos e prefeitas de quase 200 municipios, “representando as regiões da Bahia, onde detalhamos a situação de cada local com as medidas e as providências, o que podemos fazer conjuntamente, com isso, nós vamos ajustando, detalhando e, com certeza, vencendo esse vírus e vencendo o crescimento da pandemia na Bahia, com a colaboração, com absoluta convicção, de toda a população”.

O governador baiano disse ainda que está buscando opções de vacina Brasil, que, de acordo com ele “não pode ficar apenas com duas vacinas e um quantitativo limitado”. Nesta terça-feira (2) o Governo do Estado entrou no STV pedindo autorização, conforme Rui Costa “para não só comprar, mas aplicar as vacinas que já estão autorizadas em outros países”.

“Para salvar vidas humanas só tem uma saída, vacinar, vacinar, vacinar”, afirmou Rui. Ele informou que, além dos 100 leitos de UTI na Fonte Nova, determinou a abertura dos leitos de UTI do Hospital Metropolitano. “Estamos lançando mão de todas as alternativas que nós temos, mas isso tudo não será suficiente se não contarmos com a colaboração da população. Use máscara e mantenha o distanciamento social”, pediu o governador.


Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente