Secretaria Municipal de Meio Ambiente alerta para aumento de queimadas em Conquista


Com a estiagem e as altas temperaturas, as áreas verdes da cidade se tornam pontos vulneráveis e propícios às queimadas, que acarretam danos a saúde da população. Por isso, de acordo com a Lei de Crimes Ambientais, atear fogo na vegetação é crime, com previsão de pena de reclusão de dois a quatro anos. Da mesma forma, o cidadão que faz uso de fogo sem licença mesmo em terreno particular poderá sofrer multa administrativa e ser chamado a reparar os danos causados, além de responder a processos criminais.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Vitória da Conquista vem desenvolvendo um trabalho de combate a queimadas em áreas de preservação ambiental do município. Na tarde de quarta-feira (31), a brigada de incêndio da Semma esteve no Bairro Nova Cidade para combater um novo foco incêndio.

A secretária de Meio Ambiente, Ana Claudia Passos, afirmou que, apesar da proibição, as ocorrências de incêndio no município têm sido constantes. “Infelizmente, muitas pessoas têm a prática de atear fogo em terrenos baldios e por isso estaremos intensificando a fiscalização e autuando os responsáveis. Dessa forma, alertamos a população que evite esse tipo de prática e denuncie seus autores”, ressaltou.

Para comunicar sobre focos de incêndio, a comunidade pode entrar em contato com o Corpo de Bombeiros, por meio do 193, ou com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente por meio do telefone (77) 3429-7900.

Texto e foto da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente

%d blogueiros gostam disto: