Ex-prefeito Guilherme Menezes pede para sair de cargo no Governo do Estado para tocar novo projeto pessoal


Depois de quase 15 meses no cargo de diretor da secretaria estadual da Educação, o ex-prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes, pediu para sair. O decreto com a exoneração, feita a pedido, foi publicado no Diário Oficial do Estado. Adversários de Guilherme divulgaram, maliciosamente, que ele havia sido mandado embora, no entanto, a decisão pessoal está relacionada novos projetos do ex-prefeito. Guilherme é médico, poeta e compositor, além de político. Recentemente, uma música dele – A Bota – ficou nacionalmente conhecida após ter sido gravada por Carlinhos Brown.

Guilherme Menezes de Andrade nasceu em Iguaí, no dia em 12 de dezembro de 1943. Logo depois de formado em Medicina, pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), em Salvador, mudou-se para Vitória da Conquista, onde chegou a secretário de Saúde, em 1987, na interinidade de Hélio Ribeiro como prefeito, enquanto José Pedral estava secretaria dos Transportes e Comunicação do governo Waldir Pires. Foi candidato a prefeito de Vitória da Conquista pela primeira vez em 1992 e dois anos depois eleito deputado estadual, pelo PV. Governou o município por quatro mandatos (1997-2000; 2001-2002; 2009-2012; 2013-2016). Foi também deputado federal entre 2003 e 2008.

A Secretaria da Educação divulgou nota sobre a saída de Guilherme, onde destaca a atuação do ex-prefeito no órgão.

“A Secretaria da Educação do Estado (SEC) informa que a exoneração aconteceu a pedido, por motivos pessoais. Para a SEC, Dr Guilherme Menezes empresta sua competência e sensibilidade em todas as áreas em que atua. Neste momento em que ele opta por seguir outros caminhos profissionais, a SEC só tem a agradecê-lo pelo atendimento ao convite para participar da gestão. Neste período em que esteve na SEC, Dr Guilherme contribuiu para elaborar políticas públicas educacionais para o Estado da Bahia, especialmente, para redimensionar projetos de arte-educação, que serão potencializados com o retorno das aulas presenciais, assim que for possível”


Author: Giorlando Lima

Jacobinense, conquistense, itabunense, baiano, brasileiro. Pai de Giorlando e Alice, minhas razões de viver; profunda e eternamente apaixonado pela vida. 58 anos de idade, 42 de labuta como jornalista, publicitário, marqueteiro, blogueiro. Minha ideologia é o respeito, minha religião é o amor.

Comente

%d blogueiros gostam disto: