Pior fase | Vitória da Conquista empata com sublanterna e continua sem vencer no Baianão

Com todo respeito que merece o Doce Mel, time de Ipiaú estreante no campeonato baiano, o resultado do jogo deste domingo contra o Vitória da Conquista, mais do que mostrar mérito de clube ipiauense demonstra que o adversário não é o pior time baiano neste…

Leia Mais Pior fase | Vitória da Conquista empata com sublanterna e continua sem vencer no Baianão

Governador Rui Costa inaugura a 12ª policlínica e recebe título de cidadão de Jacobina

O governador Rui Costa fez a entrega da 12ª Policlínica Regional de Saúde, na cidade de Jacobina, no Piemonte da Chapada Diamantina. Com a nova unidade, moradores de 17 municípios passam a contar com 21 especialidades de exames médicos oferecidos gratuitamente. O investimento foi de…

Leia Mais Governador Rui Costa inaugura a 12ª policlínica e recebe título de cidadão de Jacobina

Lavrador de Miguel Calmon, na Bahia, tem pedra de mais de um quilo retirada da bexiga

Uma pedra de mais de 1,3 quilo e 18 centímetros nretirada da bexiga de um homem de 51 anos, morador da cidade de Miguel Calmon, que teve sua identidade preservada. O caso, muito raro na medicina, aconteceu ontem (20), no Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, na…

Leia Mais Lavrador de Miguel Calmon, na Bahia, tem pedra de mais de um quilo retirada da bexiga

Diante do temor da população, mineradora de Jacobina garante que não há risco de rompimento de barragem

A Yamana Gold, empresa que explora a mina de ouro no município de Jacobina, emitiu nota no sábado (26) afirmando que não existe risco de rompimento das barragens de rejeitos que a empresa mantém nas operações da Jacobina Mineração (Bahia) e na Mineração Maracá (Alto…

Leia Mais Diante do temor da população, mineradora de Jacobina garante que não há risco de rompimento de barragem

Com tragédia de Brumadinho, Jacobina volta a se preocupar com as barragens de rejeitos de minérios na cidade

Na Bahia, quatro barragens de rejeitos de minérios, das 24 em funcionamento no Estado, têm classificação idêntica à Barragem do Fundão, que rompeu em 2015, em Mariana (Minas Gerais) e algumas guardam semelhanças com a barragem que devastou Brumadinho, ontem à tarde. As barragens baianas que…

Leia Mais Com tragédia de Brumadinho, Jacobina volta a se preocupar com as barragens de rejeitos de minérios na cidade

Crônica de um domingo chuvoso em que o Vasco caiu, Bené sumiu e meus filhos sorriram

Hoje é domingo, pé de cachimbo. Uma da tarde. Otávio Henrique fuma charuto e come sarapatel no Café Society; Ederivaldo Benedito dá um susto em seus amigos e ainda está sumido; a chuva já se foi, o calor volta “di cum força”; meu filho Giorlandinho…

Leia Mais Crônica de um domingo chuvoso em que o Vasco caiu, Bené sumiu e meus filhos sorriram

Die mär von Ulenspiegel und Lamme Goedzak e algumas das minhas lembranças

Guardo um livro em minha estante, que eu e meus irmãos chamávamos de O Livrão de Papai. Nas suas páginas estão curtas anotações feitas pelo meu pai ou pela minha mãe, sobre pequenas coisas do dia a dia da família, do tempo em que meu…

Leia Mais Die mär von Ulenspiegel und Lamme Goedzak e algumas das minhas lembranças

Antes que as pontadinhas me calem. Uma carta

Eu adoeço pouco, a última gripe de que me lembro eu estava com uns 14 anos. Nem dor de cabeça me incomoda. Já tive algumas muito chatas, depois de beber barris de cerveja misturados com tonéis de rum. Fora isso, se uma pontadinha se insinua,…

Leia Mais Antes que as pontadinhas me calem. Uma carta

O Natal que eu passei sozinho

Comecei a escrever às 23:45 do horário da Bahia. Em Mococa, onde meu filho passa o Natal com a família da esposa dele, é uma hora mais. Digamos, antes de qualquer coisa, que este texto, o qual não sei como acabará, serve para marcar um…

Leia Mais O Natal que eu passei sozinho

Leão, a transa dos cachorros, o besouro, a loucura e Florbela

“Escreva. Em setembro não há nada.” Não há nada mais imperativo que a paixão. Dá ordens na mesma medida em que causa desordem. Na cabeça da gente, na vida, nas horas, nos dias e, principalmente, nas noites. Quando há paixão, as noites precisam ser completas….

Leia Mais Leão, a transa dos cachorros, o besouro, a loucura e Florbela

Porque é preciso conter enquanto é cedo

Há coisas que acontecem tarde. E de tão demoradas, se amarrotam, viram imagens antigas em tom sépia. Parecem ficar velhas. Viram lembranças curtas, intermitentes, que piscam qual vagalumes a reduzir o escuro do esquecimento. Mas acontece que quando são reencontradas tornam-se novas, causam alvoroço na…

Leia Mais Porque é preciso conter enquanto é cedo

E Florbela disse sim.

Lembranças. Cada um tem um jeito de vê-las. As pessoas da minha infância eu as vejo adultas, como se o tempo fosse hoje. Com Florbela está sendo assim. O rosto, com a boca marcante e os olhos bem abertos, e o corpo de mulher esguia…

Leia Mais E Florbela disse sim.